Você sabe o que é a Leishmaniose?

Leishmaniose são enfermidades que podem produzir manifestações cutânea, cutânea difusa e viscerais, e você sabia que é uma zoonoses? Sim, o mosquito palha pode transmitir para humanos, animais selvagens e nossos pets, a transmissão habitual desta terrível doença ocorre pela picada do mosquito palha.

Para resumir, existem dois tipos de leishmaniose, uma é a tegumentar que é causada pelos protozoários Leishmania mexicana, L. brasiliensis e L. tropica; E outro tipo é a mais grave que leishmaniose visceral, que popularmente chamamos ela de "CALAZAR", e seus protozoarios são L. donovani e L. chagasi, sendo apenas está última encontrada no Brasil.

A incubação em humanos é em apenas dois meses após a picada, mas já existem relatos em grandes estudos, onde ela pode ficar escondida no período de 2 anos.

Principais sintomas associados:

Mosquito Palha - Imagem retirada da internet

Prevenção:

Manter o ambiente limpo, livre de entulhos e acúmulo de lixo.

Existem no mercado produtos que afastam os mosquitos transmissores, como a coleira LEVREE da Marca Ourofino, pipetas no dorso do animal entre outros de diversas marcas.

A vacinação aumenta consideravelmente as chances do animal ficar protegido contra a Leishmaniose.

E uma dica valiosa, Somente o médico veterinário poderá realizar a vacinação, após exame clínico e sorológico negativo para a doença. O cão deverá ter mais de quatro meses de vida. O protocolo inicial da vacina deve ser feito, impreterivelmente, com três doses intervaladas de 21 dias entre as aplicações. A revacinação é anual, a contar após a primeira dose da vacina. É aconselhável, ainda, que se associem outros métodos de controle, conforme a orientação do médico veterinário.

Posts Em Destaque